sábado, 29 de março de 2008

Iraque - Apresentação

Nome oficial: República do Iraque


Capital: Bagdá
Data Nacional: 17 de julho
Dias de descanso: sexta-feira e sábado
Chefe de Estado: Jalal at-Talabani
Chefe de Governo: Primeiro-Ministro Nuri al-Maliki
Ministro dos Negócios Estrangeiros: Hoshyar Zebari


LOCALIZAÇÃO GEOGRÁFICA


A República do Iraque fica no Oriente Médio. Limita-se ao norte com Turquia, ao oeste com Síria e Jordânia, ao sul com Arábia Saudita e Kuwait e ao leste com Irã. O território abrange no sudoeste um planalto desértico, prolongação do deserto de Arábia, e no centro uma planície, a antiga Mesopotâmia, regada pelos rios Tigre e Eufrátes. O Golfo Pérsico banha suas costas ao sudeste. A maior parte do país está ocupada pelo deserto, exceto nas terras férteis dos rios e das montanhas ao norte.




POPULAÇÃO


O Iraque, pode ser considerado como um país de porte médio, com cerca de 240.000 Km² e população de mais de 20 milhões de habitantes.
Cerca de 80% de sua população é árabe ou arabizada, mas dividida, por motivos religiosos, em dois grupos: os xiitas, que vivem na porção meridional, e os sunitas, na porção central, sendo reconhecida pelo governo a existência de duas línguas oficiais, o árabe e o curdo.


População Rural: 33%
População Urbana: 67%


Densidade Demográfica: 59 hab/km²




O árabe é o idioma oficial do Iraque, mas também é falado o idioma curdo. Através dos tempos, o território iraquiano foi ocupado por vários povos que migravam entre a Ásia Ocidental e a África do Norte, como os caldeus, os assírios, os judeus, os persas, os árabes, ou turcos os bizantinos, os gregos e os romanos. Etnicamente, o país deve considerar sua população mais como arabizada do que propriamente árabe.
Do mesmo modo que se encontram vestígios, entre a população arabizada, de povos anteriormente dominadores, encontram-se também minorias religiosas, sobretudo cristãos ortodoxos, e de seitas minoritárias gregas e orientais que formam grupos minoritários, daí podermos considerar os povos do Iraque como arabizados e não propriamente árabes. Arabizados porque se constituem de descendentes de vários povos que foram dominados pelos árabes, mas deram margem a uma verdadeira miscigenação.




PANORAMA ATUAL




Em virtude de um longo período de conflitos iniciado com a guerra contra o Irã e que se prolonga até a Guerra do Golfo, o Iraque enfrenta atualmente graves dificuldades econômicas.
As exportações de petróleo, principal fonte de receita, foram muito afetadas pelo embargo internacional decretado contra o país. O governo de Saddam Hussein também enfrenta crises internas e tensões crescentes com o Irã.
Os Estados Unidos, ao longo desses últimos 11 anos, já causaram bastante sofrimento ao povo iraquiano.Sabemos o custo de qualquer guerra em termos de vidas humanas, incluindo crianças. A guerra, quando inevitável, deveria ser o último recurso. Não é o caso, nessa questão EUA-Iraque.




Sites para aprofundamento:






2 comentários:

profesSOR de HISTÓRIA disse...

...estou passando...

Egíto =D disse...

Nos do grupo Egito achamos que ficou muito bom, e muito bem explicado e especificado.Todos componentes necessários para saber tudo sobre o Iraque.